formação

LABORATÓRIO

Amos Ben-Tal
uma iniciativa Teatro Viriato
e Companhia Paulo Ribeiro

05 e 06 MAR'22
sáb e dom 10h00 às 13h00 e 14h30 às 17h00 

Teatro Viriato, Viseu
PÚBLICO-ALVO Estudantes e profissionais da área da dança m/ 16 anos
LOTAÇÃO 18 participantes
LOCAL Teatro Viriato 
PREÇOS
35€ por pessoa Formação (dois dias)
85€ por pessoa Formação (dois dias) + alojamento em quarto individual no Hotel Grão Vasco / 4 estrelas (2 noites, com PA incluído)

INSCRIÇÕES na bilheteira do Teatro Viriato (através do e-mail bilheteira@teatroviriato.com ou do telefone 232 480 110)

Criar uma oportunidade de aprendizagem e partilha, num contexto dinâmico intensivo e imersivo é a essência desta formação do Teatro Viriato e da Companhia Paulo Ribeiro. O coreógrafo Amos Ben-Tal é conhecido por uma postura fora da caixa na dança, com a criação de espetáculos multidisciplinares e instalações. O israelita-holandês começou a dançar com 13 anos em várias escolas em Israel, tendo completado a sua formação em dança em 1997, na Canada’s National Ballet School, em Toronto. Mudou-se então para a Holanda onde foi bailarino no Nederlands Dans Theater (NDT) durante nove anos. É no NDT que inicia o seu percurso como coreógrafo, com a estreia de “Track” (2005). Desde 2006 dedica-se exclusivamente ao seu trabalho como autor, na Korzo Production, criando várias peças de sucesso. Em 2012, fundou a OFFprojects, um coletivo artístico formado por ex-bailarinos do NDT e da Batsheva Ensemble. Neste projeto, Amos criou vários trabalhos reconhecidos; como é o exemplo de “Howl”, distinguido com o Dioraphte Dance Prize. Amos Ben-Tal compõe a música para todas as suas peças e é vocalista da band rock Noblesse.

__

Amos Ben-Tal

LABORATÓRIO COREOGRÁFICO

Amos Ben-Tal (Israel, 1979) é coreógrafo, músico e líder do coletivo artístico OFFprojects. Amos completou a sua formação em 1997 na The National Ballet School em Toronto, Canadá. Mudou-se para a Holanda, onde dançou no NDT durante nove anos. Foi também na NDT que desenvolveu a sua paixão pela coreografia, tendo estreado a sua primeira criação em 2005 com a peça “Track” para a NDT1. Em 2006, Amos deixou a NDT para se dedicar ao desenvolvimento do seu trabalho, criando várias performances de sucesso sob a asa da Korzo Productions. Em 2012, fundou o OFFprojects, um coletivo formado por ex-dançarinos do Nederlands Dans Theatre e do Batsheva Ensemble. Com o seu grupo criou vários trabalhos interdisciplinares entre os quais “Howl” (vencedor do Prémio Dioraphte Dance). O OFFprojects atua extensivamente em toda a Holanda, assim como no estrangeiro. Amos compõe a música de todas as suas obras e é o vocalista da banda de rock Noblesse.

amos teaching6 - photo by Milena Twiehaus.jpg