A DANÇA E O ENSINO CRIATIVO

2019

A DANÇA E O ENSINO CRIATIVO

oficinas para e nas escolas e Famílias

 

13 FEV 2019

A DANÇA E A FILOSOFIA

Leonor Barata

local: Escola Secundária Viriato (Viseu) 

 

 

2020

A DANÇA E A LITERATURA 

ACHAS que SABES LER? Duetos entre Dança e Literatura

Catarina Câmara

 

 

2021

A DANÇA E A MATEMÁTICA

Pedro Carvalho

produção Companhia Paulo Ribeiro

sinopse

Uma das orientações estratégicas da Companhia Paulo Ribeiro para os próximos anos assenta no desenvolvimento de projetos multidisciplinares, que privilegiem a interseção da Dança com áreas distintas, promovendo outras fórmulas de aproximação e de desenvolvimento de públicos e do pensamento criativo em territórios que, à partida, poderão ser de difícil relação. Assim, o desafio orientado para a tentativa de os relacionar torna-se estímulo para a exploração de novos processos de tradução e de definição, espelhando uma ampliação de conhecimento e de desenvolvimento dentro das várias áreas. 

É a partir destas premissas artísticas da Companhia Paulo Ribeiro que será criado o projeto A Dança e o Ensino Criativo que propõe um cruzamento da Dança com disciplinas curriculares e que tem como objetivo promover a aproximação de duas culturas, a científica e a artística; articulando os campos teórico e prático através de práticas de questionamento entre pensamento educativo e mundo artístico. 

O projeto A Dança e o Ensino Criativo, com duração de três anos (2019, 2020, 2021), assenta na realização de três módulos independentes, um em cada ano, com as temáticas: A Dança e a Filosofia, A Dança e a Literatura e A Dança e a Matemática. Os formadores Leonor Barata, Catarina Câmara e Pedro Carvalho assumem, respetivamente, cada um dos módulos, criando uma oficina de reflexão e pesquisa teórico-prática a apresentar a turmas de escolas desde o 1º ciclo até ao Ensino Secundário ou outras entidades acolhedoras interessadas da região de Viseu, assim como do território nacional, procurando capitalizar o interesse/intervenção dos alunos para/(n)as artes e cultura. Todos os módulos focam-se no pensamento transversal e de aproximação das vertentes científica e artística, porque embora a ciência e a arte sejam instâncias individuais, elas, inevitavelmente, especializam-se e aproximam-se/relacionam-se.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

_

Condições para a realização da oficina:

Espaço amplo

_

Lotação: 1 turma/sessão (ESCOLAS) 

e 30 pessoas aprox. (FAMÍLIAS)

_

Duração: 90 min. aprox.

 

_

 

* os três módulos/oficinas do projeto 

“A Dança e o Ensino Criativo”são independentes. 

FEV 2019

A DANÇA E A FILOSOFIA

Leonor Barata

produção Companhia Paulo Ribeiro

sinopse

“A mim não me interessa ginasticar o corpo mas antes ginasticar a alma”

 

A Dança como expressão dos sentimentos e emoções individuais há muito que se cruza com o pensamento filosófico, na medida em que ambos tentam uma organização do real que nos sirva como pessoas e como cidadãos e que nos force a sair do senso comum na análise dos problemas e promova um espaço verdadeiramente reflexivo.

 

Assim, a Dança pode também ela ser vista como um exercício ativo do pensamento. Corpo visível e pensamento materializado.

 

Apresentamos o corpo dançante como um corpo que pensa e, nessa medida, encerra em si as grandes questões filosóficas que acreditamos são transversais a todos nós e a todos os tempos.

 

Recuperando a matriz comum, partiremos da Grécia para colocar de novo em nós e na nossa circunstância a premissa da união total entre corpo e pensamento.

 

Com este projeto, pretendemos desenvolver os pontos de contacto entre Dança e a Filosofia, apostando na primeira para facilitar a compreensão da segunda e desenvolvendo esta como motor da primeira.

 

Assim, o espaço da Dança será o espaço do laboratório que nos permitirá refletir e discutir sobre o nosso percurso, os nossos desejos, a nossa posição no mundo e face ao outro.

 

Tudo isto em movimento e com leveza, numa verdadeira ginástica da alma.

 

Leonor Barata

FEV 2020

A DANÇA E A LITERATURA

ACHAS que SABES LER?

Duetos entre Dança e Literatura

Catarina Câmara

produção Companhia Paulo Ribeiro

sinopse

O corpo do leitor fechado sobre si mesmo, imóvel e absorto da realidade é também, um corpo em movimento, que viaja sem sair do lugar e faz trabalhar todos os músculos da imaginação. O corpo do bailarino, por sua vez, reconfigura-se a cada instante, desdobra-se em infinitas e curiosas formas, mas ao mesmo tempo, ele é também um corpo silencioso e suspenso, ele é o cofre de um livro secreto que o incita a dançar. 

Nestas oficinas, através de exercícios práticos com enfoque no corpo e momentos de reflexão coletiva, vamos descobrir e inventar relações de sentido e de sentir entre o texto literário e o movimento.

A partir de dinâmicas grupais e individuais iremos desafiar as coordenadas tempo/espaço e “incorporar” outras ideias e conceitos transversais às duas áreas.

Vamos utilizar a música dos poemas, seus ritmos e rimas, pausas e recursos expressivos para desenvolver coreografias e ao invés, a partir do movimento vamos dar pernas às palavras e produzir os nossos textos. 

Ousaremos pequenas e grandes danças.

Uma dança que nasce de uma sensação, o movimento dos olhos que leem ou uma dança épica, um uníssono apoteótico, inspirada no canto V dos Lusíadas.

Trabalharemos a partir de textos de autores como Almeida Garrett, Luís de Camões, Cesário Verde Fernando Pessoa, entre outros.

Com esta oficina, pretende-se fomentar práticas de saber e sentir em que as polaridades entre movimento e pensamento se aliam numa experiência de fruição global e única,  responsável e criativa.

Catarina Câmara

ESTRUTURA FINANCIADA POR

logo_rodape_dgartes_branco.png

COMPANHIA RESIDENTE

logo_rodape_teatro_viriato_branco.png

CONTACTOS

Teatro Viriato 

Largo Mouzinho de Albuquerque 
3500-160 VISEU, PORTUGAL


T. 232 480 110 

M. geral@pauloribeiro.com

SIGA-NOS

  • mail_send_branco_new
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Vimeo - White Circle

PARCEIRO

antena2.png